Geografia

América (continuação)


Relevo e hidrografia

Toda a parte oeste do continente americano se distingue pela presença de montanhas recentes e altos planaltos.

É a partir deles que nascem os rios que percorrem o continente em direção aos oceanos.

Os rios que correm para o Atlântico constituiem grandes bacias hidrográficas, enquanto os rios que correm em direção aos oceanos Pacífico e Glacial Ártico são de curta extensão e encachoeirados.

Cadeias montanhosas, planaltos e planícies

A cadeia montanhosa que se estende desde o extremo sul do Chile até o Alasca recebe diferentes nomes: cordilheira dos Andes (América do Sul), serra Madre (México) e montanhas Rochosas (América do Norte).

Sua origem está ligada à tectônica de placas. Essa porção do continente corresponde as margens de placas tectônicas que estão se chocando com outras placas. Esse fato explica a disposição dessas montanhas recentes no sentido Norte-Sul, a existência de numerosos vulcões e a episódios de terremotos nessas áreas.

O continente americano também possui amplas áreas de planaltos caracterizadas por altitudes médias e formas irregulares muito desgastadas. Os montes Apalaches, ao leste da América do Norte e o planalto Brasileiro, na América do Sul, são exemplos desse tipo de relevo.

No interior do continente americano existem grandes planícies e depressões, como a planície Amazônica e a Platina, na América do Sul, e a planície do Mississipi, nos Estados Unidos.

Grandes bacias hidrográficas

A América é abundantemente irrigada por rios e cursos d'água que constituem bacias hidrográficas. Entre as principais bacias hidrográficas estão: a bacia Amazônica, a Platina e a do Mississipi-Missouri.

A bacia Amazônica, a maior bacia hidrográfica do mundo, irriga uma área de mais 7 milhões de quilômetros quadrados e representa cerca de 20% toda a água doce do planeta. Possui rios navegáveis e fartos em peixes, favorecendo a pesca . A maior parte dessa bacia está em território brasileiro.

A bacia Platina é composta por rios de planalto, como o rio Paraná, e de planície, como o rio Paraguai. Esses rios banham as regiões mais industrializadas da América do Sul: Região Sudeste Brasil e província de Buenos Aires, situada na Argentina, na foz rio da Prata.

As bacias dos rios Mississipi e Missouri compreendem grandes áreas das planícies centrais nos Estados Unidos.